PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL (JC pág. 2)
Dilema bioético da atualidade: a autonomia de pacientes terminais


ENTREVISTA (JC pág. 3)
Ben-Hur Ferraz Neto, presidente da ABTO


ATIVIDADES 1 (JC pág. 4)
PEMC inclui cidades do interior em seu roteiro de atualização


ATIVIDADES 2 (JC pág. 5)
I Fórum de Comunicação Integrada dos Conselhos de Medicina


ATIVIDADES 3 (JC pág. 6)
O exercício da Pediatria no país, segundo análise da SPSP


EXAME DO CREMESP (JC pág. 7)
As avaliações estão programadas para setembro e outubro


XII ENEM (JC págs. 8 e 9)
Carta de Brasília divulga propostas aprovadas pelas entidades médicas


ARTIGO (JC pág. 10)
Sistemas público e suplementar de saúde na visão de Bosi Ferraz


GERAL 1 (JC pág. 11)
Educar para Paliar: evento internacional está recebendo inscrições


GERAL 2 (JC pág. 12)
O reajuste dos honorários médicos está determinado pela RN/ANS 71/2004


CFM (JC pág. 13)
Representantes do Estado no CFM se dirigem aos médicos e à sociedade


ALERTA ÉTICO (JC pág. 14)
Análises do Cremesp ajudam a prevenir falhas éticas causadas pela desinformação


GERAL 3 (JC pág. 15)
Acompanhe a participação do Cremesp em eventos relevantes para a classe


ESPECIALIDADES (JC pág. 16)
Sociedade Brasileira de Cardiologia: 12 mil sócios e 25 entidades estaduais


GALERIA DE FOTOS



Edição 273 - 08/2010

GERAL 1 (JC pág. 11)

Educar para Paliar: evento internacional está recebendo inscrições


Cuidado Paliativo será discutido em Congresso Internacional

O evento pretende reunir cerca de 1.000 participantes, entre palestrantes e interessados nessa área de atenção à saúde

São Paulo sediará, entre os dias 6 e 9 de outubro, importante encontro internacional de uma área em franco desenvolvimento no Brasil: os Cuidados Paliativos. Com o mote Educar para Paliar, o evento pretende reunir cerca de 1.000 participantes, entre palestrantes e interessados em uma área focada nas pessoas que, mesmo sem chances de cura, merecem sempre atenção.

Organizado pela Academia Nacional de Cuidados Paliativos (ANCP), o IV Congresso Internacional de Cuidados Paliativos tem entre seus objetivos divulgar entre os profissionais da saúde a importância da área.

Constam da programação do pré-congresso e congresso, entre outras atividades, curso de formação em Cuidados Paliativos da ANCP; trocas de experiências entre os profissionais; e sessões plenárias, com temas como Cuidados Paliativos – um direito do cidadão; Assistência à terminalidade: questões primordiais; e Pesquisa em cuidado paliativo – desafio para o Brasil.

Dezenas de palestrantes confirmaram presença. Entre os estrangeiros figuram Eduardo Bruera, oncologista argentino, diretor da International Association for Hospice and Palliative Care (IAHCP) e professor do MD Anderson Cancer Center (Estados Unidos); Lawrence Librach, o diretor do Temmy Latner Center for Palliative Care no hospital canadense Mount Sinai; e Henrique Parsons,  médico e pesquisador do Departamento de Cuidados Paliativos e Medicina de Reabilitação do MD Anderson Cancer Center, nos EUA.

Entre os brasileiros, falam, entre outros, Ricardo Tavares de Carvalho, cardiologista, secretário-geral da ANCP e presidente da Comissão Organizadora do evento; Reinaldo Ayer de Oliveira, conselheiro do Cremesp e presidente da Câmara Técnica de Bioética da entidade; e Maria Goretti Sales Maciel, diretora da ANCP e presidente da Comissão Científica do encontro.

IV Congresso Internacional de Cuidados Paliativos
Local: Centro de Convenções do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Rua Nicolau dos Santos, 69, Bela Vista
Horários: dias 6 de outubro, das 8 às 22 horas; 7, das 8 às 18 horas; 8, das 8 às 18 horas; 9, das 8 às 14 horas
Informações e inscrições: www.paliativo.org.br/congresso; ancpcongresso2010@paliativo.org.br


Cremesp divulga edital para formação de cadastro reserva
O Cremesp realizará seu Concurso Público nº 1/2010 para a formação de cadastro reserva, no regime celetista, para diversos cargos de nível médio e superior, na capital e interior do Estado.

O edital, publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo, em 29/07/10, já está disponível nos sites do Cremesp e da Fundação Vunesp. As inscrições estarão abertas de 9 a 27 de agosto e podem ser feitas no site da Fundação Vunesp.

A seleção envolve os cargos de ascensorista, copeiro, motorista, oficial de manutenção, analista administrativo (licitação e compras), assistente contábil, assistente financeiro, assistente técnico administrativo, auxiliar de serviços administrativos, operador da central de atendimento telefônico, administrador de banco de dados, administrador de redes, advogado, analista contábil, analista de pessoal, analista de recursos humanos, analista de sistemas, analista de sistemas web, analista de suporte, editor e médico fiscal.

Mais informações podem ser obtidas na Central de Atendimento da Fundação Vunesp ou pelo site do Cremesp, na área ‘Fale Conosco - Recursos Humanos/Concursos’.

62% consideram difícil acesso à saúde no Brasil

Metade das pessoas no mundo considera difícil conseguir serviços de assistência à saúde com qualidade e preço acessível quando um membro da família fica muito doente, de acordo com pesquisa mundial realizada pelo instituto de pesquisa Ipsos, em parceria com a Reuters.

No Brasil, esse índice é de 62%, o mesmo obtido pela Itália. Ambos ocupam o sexto lugar no ranking da pesquisa. O Japão aparece no topo, com 85%, seguido por Hungria, com 83%, Rússia e Coreia do Sul, com 71% cada, China e República Checa, com 66% cada, e México, com 64%. Já países que estão nos últimos lugares da pesquisa, como Suécia, 25%, Bélgica, 30%, e Canadá e Holanda, 31% cada, indicam que seus cidadãos acham mais fácil conseguir esse serviço em seus países.

A pesquisa abrange mais de 23 mil adultos, com idades de 18 a 64 anos. Entre os que tendem a indicar maior dificuldade em conseguir acesso à saúde para um parente doente, a maioria é mulher (55%), tem menos de 35 anos (53%), de baixa renda (56%) e escolaridade baixa (56%). Por sua vez, os cidadãos que não percebem tanta dificuldade em obter assistência à saúde são, em sua maioria, mulheres (50%), têm 55 anos ou mais (52%), de alta renda (53%) e elevado nível educacional (51%).


SP pretende eliminar transmissão vertical de DST/Aids até 2012


Secretaria reforça estratégia de diagnósticos

A eliminação da transmissão vertical (de mãe para filho) do vírus da Aids é uma das metas da Secretaria de Estado da Saúde até 2012. Para isso, pretende reforçar as estratégias de diagnóstico e profilaxia das gestantes na rede de saúde paulista.
 
O coeficiente de incidência da doença em crianças menores de cinco anos caiu 90,6% desde 2000, de acordo com estudo do Centro de Referência e Treinamento em DST/Aids, da Secretaria da Saúde. Essa queda pode ser atribuída à adoção de estratégias mais eficientes de diagnóstico e controle. Os resultados do estudo foram apresentados durante a Conferência Internacional de Aids, em Viena.

Do ponto de vista epidemiológico, a eliminação da transmissão vertical ocorre quando há até duas crianças soropositivas em cada 100 gestantes infectadas pelo HIV.


Este conteúdo teve 591 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 8h às 20h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2020 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 179 usuários on-line - 591
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior