PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL (pág. 2)
Luiz Alberto Bacheschi


ATIVIDADES 1 (pág. 3)
Renato Azevedo substitui Luiz Alberto Bacheschi, à frente da Casa desde janeiro de 2010


PLANOS DE SAÚDE 1 (pág. 4)
Síntese do movimento de 7 de abril


PLANOS DE SAÚDE 2 (pág. 5)
Passeata reuniu centenas de médicos na Praça da Sé


ATIVIDADES 2 (pág. 6)
Programa de Educação Médica Continuada do Cremesp


GERAL 1 (pág. 7)
Diretores e conselheiros do Cremesp marcam presença no evento em Goiânia


BALANÇO 1 (págs. 8 e 9)
Balanço da Segunda Diretoria - Gestão Cremesp 2008-2013


BALANÇO 2 (págs. 10 e 11)
Balanço da Segunda Diretoria - Gestão Cremesp 2008-2013


BALANÇO 3 (págs. 12 e 13)
Balanço da Segunda Diretoria - Gestão Cremesp 2008-2013


ALERTA ÉTICO (pág. 14)
Análises do Cremesp previnem falhas éticas causadas pela desinformação


COLUNA DO CFM (pág. 16)
Canal de comunicação dos representantes de São Paulo no CFM


GALERIA DE FOTOS



Edição 280 - 04/2011

ATIVIDADES 1 (pág. 3)

Renato Azevedo substitui Luiz Alberto Bacheschi, à frente da Casa desde janeiro de 2010


Assume nova diretoria do Cremesp

O médico clínico e cardiologista Renato Azevedo Júnior é o novo presidente


Renato Azevedo Júnior, novo presidente do Cremesp

Com o rodízio nos cargos de direção do Cremesp, que acontece a cada 15 meses, conforme regimento interno, foi eleita a terceira diretoria da gestão 2008/2013. Os novos diretores assumem o comando da entidade no dia 1º de abril de 2011, com mandato até junho de 2012.

O novo presidente do Cremesp é o médico clínico e cardiologista  Renato Azevedo Júnior, que substituirá Luiz Alberto Bacheschi, à frente do Conselho desde janeiro de 2010.

Formado em 1978 pela  Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa  de São Paulo, onde também concluiu Residência Médica, Renato Azevedo Júnior  foi diretor do hospital municipal Dr. Arthur Ribeiro de Saboya (Jabaquara), da Capital, e presidente da Associação Médica do Hospital Samaritano de São Paulo, do qual integra o corpo clínico desde 1993.

É conselheiro do Cremesp e faz parte da diretoria da entidade desde 2003, tendo exercido os cargos de vice-presidente, 1º secretário e 2º secretário.

Azevedo também é membro da Comissão Nacional de Saúde Suplementar (Comsu) e da Comissão Nacional Pró- SUS, integradas por representantes das três entidades médicas nacionais – Associação Médica Brasileira, Conselho Federal de Medicina e Federação Nacional dos Médicos.

A nova diretoria 2011-2012 é composta pelo presidente: Renato Azevedo Júnior; vice-presidente: Mauro Gomes Aranha de Lima; diretor 1º. secretário: Carlos Alberto H. Campos; diretor 2º. secretário: Adamo Lui Netto; diretora 1ª. tesoureira: Silvia Helena R. Mateus; diretor 2º. tesoureiro: Nacime Salomão Mansur; corregedor: Krikor Boyaciyan; vice-corregedor: Rodrigo Durante Soares; coordenador de Comunicação: André Scatigno Neto; coordenador do Departamento Jurídico: Henrique Carlos Gonçalves; coordenador do Departamento de Fiscalização: Ruy Yukimatsu Tanigawa; coordenador das Delegacias da Capital e região Metropolitana: Rui Telles Pereira; e coordenadora das delegacias do Interior: Denise Barbosa.


Conjuntivite
Alerta aos médicos sobre surtos em SP
Diante do surto de conjuntivite aguda em São Paulo, o Cremesp divulga a seguinte nota oficial aos 104 mil médicos em atividade no Estado

Diante da gravidade e da rápida propagação de recentes surtos de conjuntivite aguda no Estado de São Paulo, o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) vem alertar os médicos, profissionais e serviços de saúde, autoridades sanitárias e população.

Os atuais surtos de conjuntivite são causados principalmente pelo vírus Coxsackie A 24, altamente contagioso, com grande transmissibilidade em locais fechados, escolas, creches, ambientes de trabalho e familiar.

A transmissão ocorre pelo contato direto com a secreção do olho de uma pessoa infectada e de maneira indireta por meio de contato com superfícies, toalhas, instrumentos ou soluções contaminadas.

O oftalmologista e conselheiro do Cremesp, Adamo Lui Netto, orienta os médicos que a maioria dos casos em São Paulo apresentou hiperemia, reação folicular na conjuntiva tarsal superior e inferior, hemorragia subconjuntival, além de inflamação palperal leve, moderada ou intensa.

A conjuntivite é uma doença com duração de sete dias na maioria dos casos. A correta assistência médica garante o diagnóstico clínico e o tratamento adequado.

Outras doenças podem surgir durante a evolução clínica da conjuntivite, podendo passar despercebidas em surtos com grande número de casos. Por isso, segundo Adamo Lui Netto, os médicos devem estar atentos para eventuais complicações da conjuntivite, além da ulceração corneal e da blefarite.

Orientação para população e profissionais

O Cremesp solicita aos médicos que orientem a população com 10 dicas essenciais:

1) procurar sempre assistência médica quando surgir sinais de conjuntivite;
2) evitar a automedicação;
3) não usar colírios contendo antibióticos, pois a conjuntivite predominante nos surtos atuais é de origem viral;
4) lavar os olhos somente com água mineral, filtrada ou fervida, de preferência gelada;
5) não lavar os olhos com soro fisiológico ou água boricada);
6) lavar frequentemente as mãos;
7) usar somente lenços descartáveis ou gaze;
8) não compartilhar toalhas, maquiagem para os olhos, colírios e outras soluções;
9) trocar constantemente de fronhas;
10) evitar locais aglomerados, na ocorrência de surtos.

Aos próprios médicos e aos profissionais de saúde, o Cremesp lembra que devem:

1) lavar as mãos antes e depois do atendimento dos pacientes;
2) usar luvas estéreis durante o exame e a coleta de amostras, com descarte adequado;
3) verificar a esterilização sistemática de instrumentos utilizados para o exame oftalmológico e o diagnóstico;
4) contribuir com as autoridades de saúde na identificação e na notificação dos casos.
Por fim, o Cremesp reitera que as medidas de higiene e o tratamento adequado da conjuntivite constituem as principais medidas de prevenção.



Este conteúdo teve 91 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2020 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 285 usuários on-line - 91
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior