PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL (pág.2)
Renato Azevedo Júnior - Presidente do Cremesp


ENTREVISTA (pág.3)
Thomas Maack


ATOS PÚBLICOS (pág.4)
Médicos realizam manifestações no centro da capital paulista


MAIS MÉDICOS (pág.5)
Relação de trabalho dos médicos cubanos é questionada pelo MP


ENEM EXTRAORDINÁRIO (pág.6)
Encontro discute medidas do governo


ATO MÉDICO (pág.7)
Vetos de Dilma Rousseff à Lei 12.842/2013


ELEIÇÃO CREMESP (pág.8)
Processo eleitoral dá vitória à Unidade Médica


ELEIÇÃO CREMESP (pág.10)
Valorização profissional na saúde pública e privada


AGENDA DA PRESIDÊNCIA (pág.11)
IV Congresso de Acadêmicos


COLUNA DOS CONSELHEIROS DO CFM (pág.12)
Artigos dos representantes de SP no Federal


PEMC (pág.13)
Reuniões podem ser acompanhadas por videoconferência


BIOÉTICA (pág.15)
Ministério da Saúde & Transexualismo


EXAME DO CREMESP (pág.16)
Inscrições para a nova edição abrem em setembro


GALERIA DE FOTOS



Edição 306 - 08/2013

EXAME DO CREMESP (pág.16)

Inscrições para a nova edição abrem em setembro


Inscrições para prova obrigatória começam dia 20 de setembro

Participação é indispensável para obtenção do registro profissional no Estado de São Paulo


Formandos em Medicina durante realização do Exame do Cremesp no ano passado


As inscrições para a 9ª edição do Exame do Cremesp estarão abertas, a partir do dia 20 de setembro, no site da Fundação Carlos Chagas (www.fcc.org.br) e nas delegacias regionais do Conselho.

A prova é obrigatória para os profissionais recém-graduados que desejam obter o registro de médico no Estado de São Paulo. O edital e as instruções para a realização da prova estarão disponíveis no site do Cremesp (www. cremesp.org.br). O Exame será realizado no dia 03 de novembro de 2013.

As regras para a realização do Exame foram criadas por uma Comissão Interna do Cremesp, em conjunto com a instituição responsável pela realização das provas. De acordo com o diretor coordenador do Exame do Cremesp, Bráu­lio Luna Filho, neste ano haverá mais rigor na análise das provas (veja box O que muda).

O Exame do Cremesp conta com 120 questões objetivas de múltipla escolha, que abrangem problemas comuns da prática médica, de diagnóstico, procedimentos e outras situações, em nove áreas básicas: Clínica Médica, Clínica Cirúrgica, Pediatria, Ginecologia, Obstetrícia, Saúde Mental, Epide­miologia, Ciências Básicas e Bioética.

 

Obrigatoriedade

Essa é a segunda vez em que a participação no Exame é obrigatória para os sextanistas de Medicina obterem o registro profissional, conforme a Resolução Cremesp nº 247/2013. De 2005 a 2011, a avaliação foi voluntária. Mas o resultado da prova não interfere no ato de inscrição do médico no Conselho. Ou seja, o registro não está condicionado ao seu desempenho na prova, mas o comprovante de participação será exigido para o registro profissional no Estado de São Paulo a todos os médicos que se formarem em 2013.

Vincular o registro à apro­vação em um exame depende de lei federal (como a que instituiu o Exame da OAB), projeto de lei que está em tramitação no Congresso Nacional.


Resultados confidenciais

Os resultados individuais e as notas obtidas são confidenciais, revelados  exclusivamente aos participantes. Tanto a prova quanto o resultado do Exame farão parte dos demais documentos que compõem o prontuário do médico. Eles ficam sob a guarda do Setor de Registro Profissional do Cremesp e entregues somente por requisição do próprio participante.

As instituições de ensino de Medicina receberão, em caráter confidencial, relatório conclusivo de desempenho de seus alunos, por área de conhecimento, sem a identificação pessoal dos participantes. Também serão enviados relatórios sobre o Exame do Cremesp para os ministérios da Educação e da Saúde, o Conselho Federal de Medicina, a Câmara dos Deputados e o Senado Federal.


Escolas avalizam Exame

A iniciativa em tornar o exame obrigatório para a obtenção do registro – embora ainda sem caráter im­peditivo do exercício profissional – conta com a aprovação das escolas médicas, que avalizaram a decisão em diversos encontros que a diretoria do Cremesp promoveu para discutir a iniciativa. E, por decisão do Conselho, neste ano, professores e/ou instituições serão convidados a participar da execução do Exame.


 


 

O que muda

  • As provas que apresentarem inconsistências nas respostas – como, por exemplo, excesso de anotação em única alternativa ou, ainda, ausência de respostas em volume acima do razoável – serão avaliadas caso a caso pela Comissão Interna do Cremesp.
     
  • O participante que com­parecer e não realizar a prova, independente da assinatura da fre­quên­­cia, não obterá o com­provante necessário para o registro no Cremesp.
     
  • Se não comparecer ao Exame, mesmo após ter feito sua inscrição, isso acarretará, de imediato, o cancelamento do registro profissional.

 


 

Dúvidas frequentes do Exame 2013


Posso me registrar sem realizar o Exame do Cremesp 2013?
Não. A realização da prova é obrigatória para todos recém-formados que ainda não tiveram inscrição em outro Estado e vierem a solicitá-la em São Paulo.

Como devo proceder caso perca a data para o Exame do Cremesp 2013?
Deverá apresentar uma justificativa por escrito, anexando documentos que pos­sam justificar a ausência no Exame. Ela será analisada pela Comissão Organizadora e, caso seja aceita, o médico terá sua inscrição liberada. Contudo, deverá se comprometer a realizar o Exame seguinte.

Quando e onde será a prova?
O Exame será realizado no dia 03 de novembro. O local será anunciado pela empresa responsável pela aplicação da prova, a Fundação Carlos Chagas, após o período das inscrições.

Vou solicitar minha inscrição no Cremesp nos próximos dias, e o Exame irá acontecer somente em outubro. Terei problema ao realizar minha inscrição neste momento?
Não. A inscrição será processada normalmente, bastando preencher um Termo de Compromisso no qual o requerente se compromete a realizar o Exame em outubro de 2013. Caso não o faça, terá sua inscrição cancelada.

Devo me formar no final do ano, após a data do Exame, mesmo assim preciso realizá-lo?
Sim. O Exame é para os médicos que vierem a se formar em 2013.

Para realizar o Exame tem algum custo?
Não. O Cremesp arcará com os custos do Exame.

Sou formado em outro Estado, também estou obrigado a fazer o Exame?
Sim. Se sua inscrição no Estado de São Paulo é a primeira, deverá realizar o Exame.

Já possuo inscrição em outro Estado, preciso me submeter à prova?
Não. Os médicos que já possuem inscrição em outros regionais, ao pleitear sua inscrição secundária ou transferência definitiva para o Cremesp, não estão sujeitos à realização da prova.

Quem é formado fora do País, precisa realizar o Exame?
Sim. Todos os médicos sem registro que vierem a solicitar a inscrição em São Paulo estão obrigados a realizar a prova.

 


Este conteúdo teve 593 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 8h às 20h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2020 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 147 usuários on-line - 593
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior