PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL
Hora de agradecer - Editorial de Isac Jorge Filho


ENTREVISTA
A presidente do Conselho Regional de Farmácia é a entrevistada desta edição


BALANÇO 1
Acompanhe as atividades do Cremesp de janeiro de 2005 a março de 2006


BALANÇO 2
Gestão de Isac Jorge Filho: 15 meses de intenso ritmo de trabalho


BALANÇO 3
Gestão de Isac Jorge Filho: 15 meses de intenso ritmo de trabalho


BALANÇO 4
Gestão de Isac Jorge Filho: 15 meses de intenso ritmo de trabalho


ATIVIDADES DO CONSELHO
Destaque para os encontros regionais do Cremesp no interior


LEGISLATIVO
Cremesp apóia o PL 856/05, que proíbe cartões de descontos de funerárias


AGENDA
A presença do Conselho em eventos de importância para a classe médica


TOME NOTA
O Alerta Ético desta edição aborda o exagero no diagnóstico


GERAL
Cursos e Eventos, Súmulas, Pesquisas. Atualize-se!


HOMENAGEM
Nelson Okano: referência ética em decisões difíceis


GALERIA DE FOTOS



Edição 223 - 03/2006

HOMENAGEM

Nelson Okano: referência ética em decisões difíceis



Nelson Okano, exemplo de dedicação
à Medicina e ao Cremesp

Colegas destacam professor como referência ética
em decisões difíceis


O professor e delegado superintendente do Cremesp em Ribeirão Preto, Nelson Okano, falecido em 27 de fevereiro último, foi um exemplo de humildade e dedicação integral à Medicina, deixando saudades aos seus colegas de profissão. “Okano é insubstituível e nós, conselheiros, devemos a ele eterna gratidão por tudo que nos ensinou e por todos os relevantes serviços que prestou ao Cremesp”, afirmou o conselheiro Gabriel Davi Hushi. 

A frase de Hushi resume o grande apreço que o professor tinha entre seus pares, não só do Cremesp, mas em todos os locais em que trabalhou como cirurgião e professor. Tinha fama de ser rigoroso e exigente com ele e com os demais.
Professor doutor do Departamento de Cirurgia e Anatomia da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto (Fmusp- Ribeirão), Okano foi homenageado em vida pelo Cremesp, em outubro de 2005, por sua dedicação à instituição. Na ocasião, foi reinaugurado o anfiteatro da Delegacia do Cremesp em Ribeirão Preto, que recebeu o seu nome. Durante a homenagem, Okano foi aplaudido de pé pelos presentes.

Muitos levantaram-se para fazer depoimentos espontâneos sobre o professor, destacando sua atuação humanista como médico dedicado ao paciente. Ele costumava dizer que tratava seus pacientes como se fossem de sua família. Fazia questão de visitar os internados pós-cirurgia nos finais de semana. Okano também era admirado por sua habilidade na condução de processos disciplinares. “Conheci o Okano há dois anos e meio, quando passei a ser conselheiro do Cremesp. Em uma sindicância muito difícil, não sabia o que fazer e os funcionários da Casa me indicaram o professor como um referencial para me ajudar”, destacou o conselheiro Rui Telles Pereira. “É uma perda irreparável para o Conselho. Ele era solidário e prestativo com os colegas, pai e profissional dedicado, educador exemplar e um excelente médico. Poderia ter sido um conselheiro ilustre, não o foi porque esse não era o seu perfil”, completou Telles.

O delegado do Cremesp na região de São José do Rio Preto, José Eduardo Pereira, conviveu com Okano dentro e fora do Conselho. “Era uma pessoa afável, médico de muito conhecimento e bom senso, além de receptivo com os novatos como eu, que chegavam ao Conselho”, afirmou José Eduardo. “Ele, já com grande experiência, me recebeu como amigo. Realizávamos as atividades de nossas delegacias regionais de maneira conjunta, desenvolvendo cursos de Capacitação de Comissões de Ética Médica e julgamentos simulados em várias cidades. Okano era a instância máxima de experiência que dispúnhamos. Era ele quem pontuava a decisão e o caminho que deveríamos seguir para orientar nossos treinandos, além de referência para os casos mais difíceis”, finalizou José Eduardo.

O delegado do Cremesp em Ribeirão Preto, Eduardo Luiz Bin, era amigo de Okano há mais de 20 anos. “Era um amigo excepcional, com quem se podia contar. Ele era muito rígido com os horários e extremamente pontual. Nas solenidades de entrega das carteiras para novos médicos costumava dizer ‘às seis horas vamos fechar as portas’. E, às seis horas, ele fechava mesmo”, relembra Bin.

Vítima de neoplasia renal, Okano deixa uma lacuna difícil de ser preenchida. Deixou os filhos Priscila e Nelson e a esposa Maria J. de Fátima. Os companheiros de trabalho na faculdade de Medicina, os amigos pessoais, ex-alunos também manifestaram o mesmo carinho dos colegas do Cremesp. A seguir reproduzimos um e-mail enviado por Sérgio Alexandre Oliveira à redação do Jornal do Cremesp, em 28 fevereiro, um dia após o falecimento de Okano: “Ao mestre com carinho... Lembranças da 40ª Turma de Medicina de Ribeirão Preto da USP. Contigo aprendemos e é contigo que levaremos para o resto de nossas vidas teus ensinamentos. Obrigado”.


Ao samurai que se foi

Meu caro Okano

Você bem sabe que não era hora. Precisávamos tanto de sua sabedoria e garra... e você tinha tanto a dar ainda. É verdade que você lutou muito, como um bom e honrado samurai da ética e da cirurgia.

Procuro lembrar alguns fatos. Pela  sua experiência e bom senso, você era o mais conselheiro entre os delegados. Nos dois sentidos: o de aconselhar e orientar os delegados mais novos e o de ter experiência para ser um eficiente conselheiro, o que só não foi porque não quis, abrindo mão e quebrando, por nobreza, um compromisso assumido comigo de que, se nossa chapa tivesse apenas um candidato de Ribeirão, este seria você. Nunca lhe desculpei por isso e você sempre respondia com um sorriso, dizendo que o fizera porque  sabia que eu ainda seria presidente do Cremesp. 

Lembra-se de quando nos conhecemos? Foi no curso de Pós-Graduação da Fmusp-Ribeirão Preto. Não fomos colegas de turma e nunca havíamos convivido ou trabalhado juntos. Mas passei a admirar em você a retidão e o sentido ético, além do grande coração, escondido atrás de seu ar sério e sisudo. Assim, quando fui eleito conselheiro pela primeira vez, e precisava indicar alguém para a recém criada Delegacia de Ribeirão Preto, não tive dúvidas em escolhê-lo. E você foi brilhante, como sempre. Quando, anos depois, fui procurado para voltar a concorrer ao Conselho, indiquei seu nome. Você não aceitou, argumentando que preferia voltar a ser delegado, se eu voltasse a ser conselheiro. Acabou me convencendo.

Muito rigoroso, a começar consigo mesmo, e de uma lealdade a toda prova, você inspirava extremos, ou de amizade, que era a regra, ou de respeito dos que não lhe tinham amizade. Indiferença nunca, que este é um sentimento dedicado aos que passam pela vida sem posições claras, mais teóricos do que práticos. E, como cirurgião que era, e dos melhores, você sempre foi claro, objetivo e pragmático. Sua objetividade e rigor levavam muitas vezes a inspirar sentimentos de revolta entre alunos e residentes, mas, para a maioria dos envolvidos, o tempo se encarregaria de mostrar que o mestre estava certo.

Seu carinho pelo Cremesp sempre foi algo especial, reconhecido por todos. Só assim podemos explicar suas viagens a São Paulo para as Câmaras de Sindicância até poucos dias antes de sua internação final. Esse seu comportamento, aliado a heróica luta contra a morte, sensibilizou a todos. Se já contava com amizade e respeito dos conselheiros, delegados e funcionários, esse esforço guerreiro na luta contra a doença e no amor ao Conselho, ampliou os sentimentos, incluindo, agora, carinho e admiração.
Certamente, você enriquece sua nova morada, reservada aos bons, mas para nós é muito penoso perdê-lo. Fica, no entanto, o orgulho de termos tido o privilégio de conviver com você e a esperança de que ajude a iluminar o caminho de seus amigos, para que possamos merecer ir para  onde você está, quando chegar nossa vez.

Em nossa lembrança, em nosso coração e no Cremesp seu lugar é insubstituível!

Isac Jorge Filho
Presidente do Cremesp


Este conteúdo teve 64 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2020 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 325 usuários on-line - 64
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior