PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL
Editorial de Desiré Callegari: "Sobre temas urgentes e emergentes"


ENTREVISTA
Uma conversa informal com Rodrigo Pinho, procurador-chefe do Ministério Público do Estado


MOVIMENTO MÉDICO
CRMs retomam mobilização por principais reivindicações da classe


ATIVIDADES
Acompanhe as conclusões dos Fóruns Regulamentadores da propaganda em Medicina


GERAL
A Medicina e a computação gráfica: programas simulam funcionamento do corpo humano


ESPECIAL
COPEM do Cremesp avalia treinamento de acadêmicos em serviços médicos


ETICA
Como responder a dilemas éticos relacionados à sobrevida de pacientes terminais?


FRAUDES
Falsos médicos. Cremesp adota medidas concretas para evitar a falsificação de documentos profissionais


LEGISLAÇÃO
CRF-SP divulga manual com a relação de produtos de venda proibida em farmácias e drogarias


AGENDA
Diretoria e conselheiros marcam presença em eventos pertinentes à classe médica


TOME NOTA
Alerta Ético: Medicina não é comércio!


NOTAS
Programe-se com a agenda selecionada de Cursos e Eventos para este mês de agosto


HISTÓRIA
Acompanhe conosco o crescimento do Hospital das Clínicas, o maior da América Latina


GALERIA DE FOTOS



Edição 227 - 07/2006

GERAL

A Medicina e a computação gráfica: programas simulam funcionamento do corpo humano


Computação gráfica facilita estudo dos órgãos e doenças

Programa Homem Virtual simula funcionamento do corpo humano

A Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) desenvolveu um projeto de computação gráfica para estudar corpos humanos e seus órgãos internos. São o Homem Virtual e a Mulher Virtual, utilizados por professores da faculdade, e que também poderão ser utilizados pela população, para melhor conhecer os sintomas das doenças. O software gráfico simula a fisiopatologia das doenças, a ação dos medicamentos no organismo, a produção de sons, o ciclo menstrual, os processos da audição e da visão etc. Há um acervo de mais de 90 vídeos para explicar o funcionamento de diferentes partes do corpo humano.

O Homem Virtual foi utilizado por Dráuzio Varella durante a série Questão de Peso, do programa Fantástico. Em uma parceria entre a Universidade de São Paulo, a TV Escola da Secretaria de Educação a Distância do Ministério da Educação e a PUC do Rio de Janeiro, o Homem Virtual também foi utilizado na série Geração Saúde, do Ministério da Educação, em Brasília, com o objetivo de ensinar os adolescentes a cuidar de sua saúde e conhecer os sintomas das doenças. Os primeiros programas, lançados em abril, foram sobre a saúde da pele. Cerca de 28 milhões de alunos no Brasil serão atingidos pela proposta do Ministério da Educação.

O Ministério da Saúde, junto com a Organização Pan-americana da Saúde, usa o programa para o controle da hanseníase no Brasil, que é o segundo no mundo com maior número de casos, em parte porque a população desconhece a doença. O primeiro CD-Rom sobre a hanseníase será distribuído para agentes comunitários da saúde da família, alunos e escolas, ensinando o que é a doença, como se transmite, seus sinais, órgãos atingidos, e orientando para o contato com o médico no caso de suspeita.

Na FMUSP, a repercussão entre alunos e professores tem sido positiva. O projeto gráfico possibilita um auto-aprendizado, já que os alunos podem consultar o acervo e entender os processos orgânicos sem a necessidade da presença física do professor.

Implantes

Norma padroniza ligas metálicas

A experiência clínica prolongada vem comprovando, há mais de dez anos, que as ligas de níquel-titânio utilizadas em implantes cirúrgicos são bem aceitas pelo corpo humano. O sucesso dessas intervenções, entretanto, depende da qualidade da matéria-prima, que é importada da Europa e dos EUA, numa relação regida basicamente pela confiabilidade do fornecedor. Com o objetivo de qualificar a matéria-prima, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) publicará uma norma até meados de agosto.   

O projeto da norma foi desenvolvido pela Comissão de Estudos de Implantes Ortopédicos do CB 26 – Comitê Brasileiro Odonto-médico-hospitalar, com a participação do Inmetro, Anvisa, Instituto Nacional de Tecnologia (INT), fabricantes de implantes e universidades. A norma vai fixar os requisitos químicos, físicos, mecânicos e metalúrgicos de produtos conformados de níquel-titânio, na forma de barras, fios, bobinas e tubos, contendo de 54,5% a 57% de níquel, empregado para a fabricação de dispositivos médicos e implantes cirúrgicos.

O coordenador da Comissão, Marcos Campos, explica que a liga que tem por base os elementos Níquel e Titânio, conhecida também como Nitinol, caracteriza-se por manter certa memória, principalmente no módulo de elasticidade. Tem uma estrutura que permite a recuperação de um formato pré-estabelecido, mediante determinado carregamento mecânico. “Sua aplicação foi iniciada e propagada na área de Traumatologia, sobretudo nas cirurgias de reconstrução ligamentar, nas quais são utilizados fios para passagem do enxerto de tendão e nas âncoras de fixação ligamentar fabricados com esse material”, observa.

O representante do Instituto Nacional de Tecnologia (INT), Heitor Luz, conta que o mercado nacional de implantes consome quantidades relativamente pequenas da matéria-prima, fato que, praticamente, inviabiliza sua produção interna. Assim, ou o material é importado diretamente pelo fabricante de implantes, ou adquirido de empresas intermediárias de importação. O documento de qualificação que acompanha a matéria-prima, segundo Heitor Luz, nem sempre é confiável, como diversas vezes comprovado pelo INT, em análises de outros materiais importados amostrados pela Anvisa. Informações:  www.abnt.org.br ou www.int.gov.br

Serviços de saúde

Prefeitura de São Paulo qualifica primeiras OSs na área de Saúde

A Secretaria de Gestão da Prefeitura de São Paulo qualificou, dia 11 de julho, as primeiras cinco entidades como Organizações Sociais (OS) da área de Saúde. São elas, a Casa de Saúde Santa Marcelina; Sanatorinhos - Ação Comunitária de Saúde; Serviço Social da Construção Civil de São Paulo (Seconci-SP); Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim (Cejam); e Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), da Escola Paulista de Medicina. As organizações atenderam às exigências da Lei 14.132/06, inclusive a comprovação de que não têm fins lucrativos e têm experiência de no mínimo cinco anos na área de Saúde.

A qualificação e assinatura do Contrato de Gestão com a Prefeitura foi possível após a derrubada de liminar da Justiça Federal que impedia a implantação do modelo de Organizações Sociais (OSs) nos serviços de saúde da cidade.

Eventos

4º Encontro Luso-Brasileiro de Bioética será em São Paulo

Entre os dias 19 e 22 de setembro de 2006 acontece o 4º Encontro Luso-Brasileiro de Bioética, o 2º Fórum Brasileiro de Bioética e o 2º Encontro Luso-Brasileiro de Enfermagem, que agregam como tema central Bioética e Vulnerabilidade. Constam da programação conferências, mesas-redondas, sessões livres, sessões-pôster e um dia temático. No tema específico de Bioética, o evento está dividido em quatro eixos básicos: Vulnerabilidade: fundamentos; Vulnerabilidade e sujeitos de pesquisa; Vulnerabilidade na prática clínica e Vulnerabilidade na saúde pública. Na área de Enfermagem, serão abordados os temas Vulnerabilidade e cuidados; e Usuários de serviços de saúde e seus direitos. Os eventos são coordenados pela Sociedade Brasileira de Bioética (SBB); Centro de Estudos de Bioética de Portugal, Sociedade de Bioética de São Paulo e Centro Universitário São Camilo, com apoio do Cremesp, da Universidade de São Paulo; do Conselho Regional de Enfermagem (Coren) e da Escola Superior de Enfermagem Imaculada Conceição (Esenfic).
Local: Centro Universitário São Camilo, Campus Ipiranga, av. Nazaré, 1501, São Paulo. Informaçõeswww.scamilo.edu.brwww.bioetica.org.br

Ribeirão Preto lembra os 50 anos do Congresso Médico Brasileiro

No próximo mês de outubro, Ribeirão Preto comemora seus 150 anos de fundação. No mesmo mês, a comunidade médica da região lembra os 50 anos de realização do 1º Congresso Médico Brasileiro, encontro histórico, organizado pela Associação Médica Brasileira e pelo Centro Médico de Ribeirão Preto, sob a direção dos professores Hilton Rocha (AMB) e Plínio Uchôa (CMRP). Para marcar o cinqüentenário do Congresso, e o sesquicentenário da cidade, o próprio Plínio Uchôa sugeriu a organização do Congresso de Bioética de Ribeirão Preto, atividade que reunirá profissionais de saúde e docentes de todo o Brasil, entre os dias 26 e 28 de outubro próximo.

O congresso comemorativo está sendo organizado por Isac Jorge Filho, José Marques Filho, Reinaldo Ayer e Gabriel David Hushi, conselheiros do Cremesp. Informações sobre a programação e local do evento podem ser obtidas pelos e-mails cbio@cremesp.org.br e cm@keynet.com.br ou pelo tel (11) 5908-5647, no Centro de Bioética do Cremesp.


Este conteúdo teve 739 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 8h às 20h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2020 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 197 usuários on-line - 739
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior