PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL
Apoio à mobilização dos médicos residentes: CRM acompanha crise nacional


ENTREVISTA
Acompanhe o encontro com Clilton Guimarães dos Santos, Promotor Público do Estado


ATIVIDADES DO CREMESP 1
Terminalidade de Vida: resolução é publicada no Diário Oficial da União de 28/11


ATIVIDADES DO CREMESP 2
Recadastramento dos médicos: imprescindível parz evitar a atuação de falsários


AVALIAÇÃO
Segunda fase do Exame do Cremesp foi realizada em 05/11, com prova prática


MOVIMENTO MÉDICO
A crise dos médicos residentes de todo o país que lutam pela qualidade da especialização


PUBLICIDADE MÉDICA
Já foram realizados 12 Fóruns sobre ética em publicidade médica, com resultados promissores


ATIVIDADES DO CREMESP 3
Congresso de Bioética em Ribeirão Preto: reflexão ética sobre desafios da modernidade


MEDICINA E JUSTIÇA
Ações judiciais p/garantir medicamentos focam a prescrição médica


GERAL - CURTAS
Anti-retrovirais: Cremesp participa de plenária pública sobre Lei Federal 9313/96


ACONTECEU
Acompanhe as atividades dos diretores e conselheiros no mês de novembro


ALERTA ÉTICO
Alerta Ético: dúvidas e respostas para abandono de paciente e transferência de atendimento


GERAL - CURSOS
Destaque p/a criação de rede internacional p/tratamento de dependentes


HISTÓRIA
Iamspe: acredite, recebe mais de 3 milhões de pacientes


GALERIA DE FOTOS



Edição 231 - 11/2006

AVALIAÇÃO

Segunda fase do Exame do Cremesp foi realizada em 05/11, com prova prática



Realizada a prova prática do Exame do Cremesp

Teste é opcional, mas aprovados receberão certificado que poderá ser útil no currículo pessoal e no mercado de trabalho

Um aparato de informática – formado por 115 computadores, programas sofisticados e estações multimídia – foi utilizado na realização da segunda fase do Exame do Cremesp, em 5 de novembro, no prédio das Faculdades Integradas Cantareira, no bairro do Belém, na capital paulista. Dos 710 alunos do sexto ano de Medicina do Estado de São Paulo que fizeram a primeira fase, 427 se habilitaram para a prova prática e 265 a fizeram. O exame é experimental, opcional e gratuito. Não é um pré-requisito para a habilitação do médico ao exercício profissional da medicina. Os aprovados receberão um certificado, que poderá ser útil no currículo pessoal e no mercado de trabalho.

Os alunos foram divididos em quatro turmas que tiveram, respectivamente, 45 minutos para responder a 40 questões com imagens que simulavam um atendimento real nas áreas de Pediatria, Ginecologia e Obstetrícia, Cirurgia Geral, Clínica Médica e Bioética.

Se o aluno acertasse a questão na primeira tentativa recebia a pontuação máxima por ela; se na segunda tentativa, recebia 50%; na terceira, 25%; e na quarta não pontuava. As provas de cada aluno eram acompanhadas on line pela equipe de coordenação, inclusive em relação a qual tentativa correspondia o acerto da questão. O tempo levado para cada uma das respostas também era medido, entre outras informações que gerarão uma planilha. O objetivo é subsidiar a análise do grau de dificuldade ou facilidade da prova, principais falhas e acertos, entre outros itens, para aperfeiçoar o Exame do próximo ano.

A primeira etapa do exame foi realizada no dia 22 de outubro, constando de 120 questões cognitivas que priorizaram áreas mais comuns da medicina: Pediatria, Ortopedia, Ginecologia e Obstetrícia, Cirurgia Geral, Clínica Médica, Saúde Pública, Saúde Mental, Bioética e Ciências Básicas. A prova teórica foi realizada em 14 cidades do Estado e a prova prática apenas na Capital.

Este é o segundo ano de realização do exame. Em 2005, a avaliação constatou deficiências, por exemplo, nos diagnósticos e condutas em emergência, como nos casos de infarto e traumas. Também foi muito baixo (17%) o índice de acertos referente ao adequado preenchimento do atestado de óbito. E muitos dos participantes não acertaram questões relacionadas a atendimento ao parto.

Participação
Antes de entrar na sala para fazer a prova prática, cada turma de alunos – reunida em um auditório – ouvia uma preleção a respeito do exame e as boas vindas e agradecimentos do coordenador da Comissão do Exame do Cremesp, conselheiro Bráulio Luna Filho. “Pretendemos melhorar a formação dos médicos, pois o Conselho não pode interferir nas decisões internas das faculdades, mas é ele o responsável pelo exercício ético da Medicina; a participação de vocês é fundamental, pois com os resultados do exame vamos dialogar com as várias escolas”, afirmou Bráulio aos participantes. Esclareceu que “não haverá pressão nenhuma em relação a vocês, que terão seus diplomas normalmente, mas as faculdades que não forem bem no Exame precisarão melhorar a qualidade de sua graduação”.

CRM´s de outros Estados

Assim como na primeira fase, em 22 de setembro, conselheiros dos CRM´s do Pará e do Espírito Santo acompanharam, como observadores, a prova prática do Exame do Cremesp.

O representante do CRM do Pará, desta vez, foi o conselheiro Teiichi Oikawa. “A prova foi muito bem elaborada e acredito que alcançou o objetivo do Cremesp. A avaliação prática só faz somar à primeira fase da avaliação, mas o grande problema dessa prova é o alto custo operacional. No Pará, vamos continuar a discutir a avaliação com todos os setores envolvidos e acredito que estamos levando subsídios bons através dessa visita”, informou Oikawa.

Para o diretor do CRM do Espírito Santo Ricardo Cristiano Leal da Rocha, que esteve presente durante a realização da primeira fase, “as 40 questões foram muito bem elaboradas e estão dentro do mínimo que se espera de conhecimento prático do formando de medicina nessas áreas específicas; elas têm um grau de dificuldade que, se desconhecido pelo aluno, mostra que ele realmente está muito despreparado para atuar como médico”.


Este conteúdo teve 525 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 8h às 20h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2020 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 208 usuários on-line - 525
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior