Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 17-01-2020
    Falsidade ideológica
    Polícia prende em flagrante falso médico que pretendia registrar inscrição no Cremesp
  • 14-01-2020
    Nota de pesar
    Faleceu Helga Maria Mazzarolo Cruz, responsável pela introdução do estudo das funções tubulares na FMUSP
  • 13-01-2020
    Publicação
    Nova edição da Revista Ser Médico apresenta dossiê sobre epidemia do HIV/Aids
  • 10-01-2020
    Anuidade PF 2020
    Médicos têm desconto de 5% para pagamento até o dia 31 de janeiro de 2020
  • Notícias


    23-01-2020

    Encontro

    Representantes do Cremesp visitam TRF – 3ª região para discutir interesses institucionais em comum

    Judicialização da saúde, subsídios técnicos às decisões judiciais e intermediação de fundamentações científicas junto às sociedades de especialidades foram alguns dos temas levados por representantes do Cremesp à desembargadora federal Therezinha Astolfi Cazerta, presidente do Tribunal Regional Federal (TRF) – 3ª região, que abrange os Estados de São Paulo e Mato Grosso. O encontro aconteceu no dia 22 de janeiro, na sede do TRF, e contou com as participações do presidente do Cremesp, Mario Jorge Tsuchiya; do diretor 1º secretário, Angelo Vattimo; do corregedor, Rodrigo Costa Aloe; do superintendente jurídico, Carlos Magno dos Reis Michaelis Junior; e do advogado, Tomas Tenshin Sataka Bugarin.

    Tsuchiya sugeriu que as sociedades de especialidades fossem os órgãos consultivos para decisões judiciais envolvendo medicamentos de alto custo, indicações de órteses e próteses, procedimentos cirúrgicos no exterior, entre outros. “Muitas vezes faltam medicamentos na rede pública e, em detrimento de uma grande demanda da população doente, a Justiça contempla um só cidadão que solicitou um remédio de alto custo, muitas vezes sem fundamento científico para a sua real necessidade. Isso fere os princípios democráticos”, disse o presidente do Cremesp. A desembargadora se colocou à disposição e afirmou que os cursos de capacitação e treinamento na área pericial no TRF devem ser retomados, pedindo a contribuição técnica do Cremesp. “É importante a aproximação da comunidade médica no auxílio e esclarecimento à Justiça, para que possamos trabalhar em conjunto e chegarmos à melhor solução para os orçamentos públicos”, considerou. 

    O presidente do Cremesp ressaltou que a Justiça tem recebido favoravelmente as ações relacionadas a atos privativos dos médicos, previstos na lei federal nº 12.842/2013. No entanto, manifestou sua preocupação com a quantidade de casos de cassação de profissionais, no Cremesp e CFM, que são revertidos pela Justiça. A desembargadora esclareceu que a Justiça tende a julgar a formalidade do processo e não propriamente o mérito.

    Vattimo comentou que, apesar de o Cremesp realizar rigorosa verificação dos documentos para o registro de profissionais, tem havido vários casos de falsos médicos — portadores de diplomas de universidades estrangeiras sem revalidação no Brasil —, que conseguem na Justiça o direito ao registro para o exercício profissional. E, com isso, o Cremesp se vê na obrigatoriedade de conceder número de registro sem a devida comprovação da formação do médico.

    A desembargadora afirmou que irá propor que o Cremesp passe a participar dos Comitês de Saúde do Tribunal de Justiça, a fim de subsidiar tecnicamente e contribuir para as decisões judiciais.


    Foto: Osmar Bustos


    Este conteúdo teve 1 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


    ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2020 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 410 usuários on-line - 1
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior