Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 20-07-2024
    Movimento do Ato Médico
    Cremesp vence ação civil promovida contra clínica farmacêutica que realizava procedimentos estéticos
  • 19-07-2024
    Evento
    Cremesp realiza entrega de carteiras e honrarias a médicos em São José do Rio Preto
  • 18-07-2024
    Defesa da população
    Cremesp oficia MP e Polícia Civil sobre anúncios divulgados nas redes sociais com atores que se passam por médicos para venda de medicamentos
  • 17-07-2024
    Evento inédito
    Cremesp realizará 1º Simpósio de Acupuntura, que discutirá as patologias tratadas pela especialidade e as novas perspectivas de tratamento
  • Notícias


    18-06-2024

    Araraquara

    Estudantes de Medicina da Uniara lotam auditório para assistir ao Conversa com o Cremesp

    Estudantes do quinto e sexto ano do curso de Medicina da Universidade de Araraquara (Uniara) lotaram o auditório da instituição de ensino, na segunda-feira (17/6), para assistir ao programa Conversa com Cremesp. Mais de 140 alunos puderam ouvir e tirar dúvidas sobre as situações do atendimento médico que frequentemente resultam em sindicâncias éticas no Cremesp, dentre eles, os relacionados a atestados, prontuários, receituários e plantões. Especialmente entre recém-formados e médicos residentes, estes temas podem gerar algum tipo de infração ao Código de Ética Médica (CEM).  

    Representaram o Cremesp a 1ª secretária Irene Abramovich, e os delegados do Conselho em Araraquara, José Manoel Bombarda (superintendente) e Ademir Roberto Sala (superintendente adjunto). Os membros do Conselho foram recepcionados pela coordenadora do curso de Medicina da Uniara, Cynthia Mauro Piratelli; o coordenador pedagógico de ensino, Luis Marcelo Inaco Cirino; e coordenador do Programa em Saúde e Sociedade da instituição de ensino. Os estudantes interagiram formulando perguntas e esclarecendo dúvidas.


    Da esq. para dir:  José Bombarda, Irene Abramovich, Cynthia Piratelli e Ademir Sala

    Documentos médicos

    Irene Abramovich, que foi aplaudida de pé pelos alunos no início do evento, falou sobre a importância do preenchimento claro, correto e completo do prontuário médico, de forma que o próximo colega a assumir o serviço possa dar continuidade adequada à assistência.   “Colocar no prontuário apenas `o paciente relatou dor´, sem especificar se é no joelho ou outro lugar, não significa nada”, exemplificou ela, alertando sobre os problemas que essa conduta pode acarretar, caso o paciente venha a ter complicações. 

    Ela continuou explicando que as anotações detalhadas previnem exames desnecessários, entre outros problemas, embora isso não exima o médico de interagir com os demais serviços e colegas da instituição. “ Não é adequado colocar no prontuário ‘chamar a neurocirurgia´, pois papel não chama ninguém”, destacou a 1ª secretária do Cremesp. 

    Já o delegado Bombarda completou alertando sobre a necessidade de colocar o horário do atendimento no prontuário. “ No contexto da assistência hospitalar, por exemplo, existem várias intervenções e intercorrências ao longo do dia, sendo importante colocar o horário do atendimento, além de detalhar os procedimentos e as condições do paciente”, completou Bombarda.      

    Tanto Irene quanto o delegado Bombarda advertiram sobre os riscos de fornecer atestados médicos sem fazer consulta para parentes, amigos e colegas.

    Plantões

    Irene alertou sobre a importância de informar-se antes sobre os serviços que oferecem vagas para plantões, para  apurar  se estes têm as condições mínimas para o atendimento, quadro clínico e infra-estrutura adequada. Ademir Sala complementou que esse cuidado “evita que o médico assuma serviços que não oferecem condições” ao bom atendimento do paciente. “Cada serviço de saúde tem especificações sobre a necessidade mínima para funcionar, de acordo com a sua complexidade, desde a UBS, passando pelo pronto-atendimento e o hospital. Ninguém precisa saber de cor, mas quando necessitar consultar, saibam que existem resoluções e regulamentações que especificam essas condições mínimas”, explicou Sala.

    Sala e Irene também explanaram aos alunos que as inadequações encontradas nos serviços devem ser denunciadas, citando o trabalho da Comissão de Prerrogativas Médicas do Cremesp em relação a esse e outros tipos de problemas que, inclusive, podem motivar fiscalizações aos serviços.

    Os estudantes foram informados, ainda, sobre algumas iniciativas do Conselho, que vem buscado ir além de suas atribuições judicantes e cartoriais. Irene aconselhou os estudantes a procurarem o Cremesp caso enfrentem problemas em seus ambientes de trabalho. “É importante que vocês denunciem as falhas, para podermos fiscalizar”, completou.

    Trotes constrangedores

    Logo no início do evento Irene alertou os alunos sobre os prejuízos que os trotes universitários, violentos ou constrangedores, podem trazer à carreira dos futuros profissionais. Ela fez referência ao trote no qual veteranos da Medicina da Uniara impõem o uso de coleira aos calouros. Ela aconselhou os estudantes a abandonarem esse tipo de trote, visto que, além de ferir a dignidade das pessoas, impede que a universidade seja incluída em avaliações de cursos Medicina do Brasil, que são necessárias para que seus ex-alunos ampliem estudos em instituições estrangeiras, por exemplo, dos Estados Unidos.         

    Serviços do Cremesp

    Os estudantes também assistiram a um vídeo institucional elencando alguns serviços oferecidos aos médicos pelo Cremesp, como as plataformas Five Minute Consult e Medline Complete, Clube de Benefícios, Unidade Móvel e o APP Cremesp – que reúne vários serviços para facilitar a vida dos profissionais –, entre outros.  

    Veja mais fotos do evento

    Fotos: Marina Bustos

     


    Este conteúdo teve 1480 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO

    Imagem
    (11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h

    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2024 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 585 usuários on-line - 1480
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior

    O CREMESP utiliza cookies, armazenados apenas em caráter temporário, a fim de obter estatísticas para aprimorar a experiência do usuário. A navegação no site implica concordância com esse procedimento, em linha com a Política de Cookies do CREMESP. Saiba mais em nossa Política de Privacidade e Proteção de Dados.